JBoss Clustering – Parte 2

Postado em Atualizado em

Basicamente a arquitetura do JBoss Clustering, está dividido em 2 partes: Smart Proxy Architecture e External Load Balancer. Para diferenciar podemos afirmar que o External Load Balancer é utilizado em aplicações web clusterizadas. enquando Smart Proxies são utilizados para todos os outros componentes clusterizados.

External load balancer

Não é requerido nenhum download para executar serviços HTTP em cluster, mas por uma questão lógica é necessária a configuração de um componente (hardware ou software) que encaminhe as requisições para outros nós em caso de falha. Atualmente existem alguns balanceadores muito difundidos na plataforma JBoss: Mod Cluster e Mod JK.

Smart proxies

Ao utilizar serviços no JBoss como JNDI, EJB, RMI, e JBoss remoting, a comunicação entre o cliente e o servidor não é peer-to-peer.  Quando um cliente chama um EJB,  um objeto smart proxy é localizado e baixado localmente. Em um ambiente não clusterizado, o smart proxy somente encaminha a chamada do cliente para o servidor, verificando alguns parâmetros e pegando os valores de retorno do EJB. Já em um ambiente clusterizado o smart proxy possui um interceptor que sabe como encaminhar chamadas para vários nós do cluster. O smart proxy está preparado para situações como failover. Caso um nó deixe de responder o proxy stub é atualizado com as utimas modificações na estrutura do cluster.

No próximo post, vamos abordar os principais arquivos da estrutura de cluster no JBoss.

Abraços.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s